Histórias
Expressões homofóbicas pra parar de usar hoje mesmo 19/03/2015
Expressões homofóbicas pra parar de usar hoje mesmo
A gente tá tão condicionado a ouvir certos absurdos na nossa vida que algumas coisas acabam passando e não percebemos que elas podem estar perpetuando certos padrões opressosores da nossa sociedade.

É por isso que fiz essa postagem com algumas expressões que já ouvi, que vocês devem ter ouvido e que alguns de vocês já devem até ter passado pra frente. A intenção não é apontar o dedo e dar bolsada na cara de ninguém, mas ajudar abrir a cabeça e fazer um mundo com menos preconceito possível.

Não curto afeminados, mas respeito.
Amigo, deixa eu te contar uma coisa? Você só não curte afeminado porque a sociedade encara o gay afeminado como a figura do gay errado, fora de padrão, escancarado e inaceitável. No fundo isso não é questão de gosto, é questão de construção social. Lembra na terceira série, quando o amiguinho mais afeminado sofria bullying dos coleguinhas? Então. Tem toda um aprendizado de que o gay que se comporta como mulher não deve ser desejado e pra piorar. Achar que um gay merece ser menosprezado por ser afeminando também é misógino. Faz a conta: sociedade machista faz o quê? Oprime as mulheres, logo, o feminino é visto como desprezível, errado, submisso a tudo.

Você nem parece gay.
Mais uma vez, a sociedade te construiu a achar que gay tem que ser, obrigatoriamente, afeminado, gostar de arte, de moda, de novela e de diversas outras coisas consideradas “coisas de mulher”. Muitos gays consideram isso um elogio, mas não é pelo simples motivo de que ao dizer isso você acusa a condição sexual da pessoa como um erro e que é uma qualidade ele conseguir esconder isso das pessoas tão naturalmente. Aliás, como se parece um gay?

Quem é a mulher da relação?
Aqui além de contribuir pra perpetuação da homofobia, mostra bastante ignorância de quem diz. Gênero tem nada a ver com condição sexual. Se são dois gays, não existe mulher na relação porque são dois homens se relacionando. Vai desconstruindo essa ideia de que a polaridade macho e fêmea é essencial pra que um relacionamento exista.

Que desperdício, tão lindo e gay.
Amiga, pare com esse recalque e essa homofobia velada, poxa. Quando você diz isso, por mais que pense estar elogiando o cara gay, você basicamente tá dizendo que se ele não é hétero, todas as outras características dele além da condição sexual são nulas. Ele só preta se for pra te comer? O fato de ele ser gay é apenas um detalhe no epectro de itens da personalidade dele.

Não tem problema ser gay desde que se comporte como homem.
De novo, construção social e mistura de genêro com condição sexual. A sociedade espera que o papel do homem seja construir uma família e trabalhar em prol dela, ser másculo e viril. Quando você diz isso, além de limitar o estilo de vida de qualquer homem (hétero ou gay) você condena o aspectos pessoais de quem é gay. Pode ser hétero e ser bailarino, pode ser gay e ser mecânico, cada um pode ser o que quiser e não cabe a você decidir qual comportamento é certo e qual é errado.

Nada contra, até tenho amigos que são, mas…
Mas…? Se tem mas, tem oposição ao que foi dito e você tem sim algo contra e deveria respeitar mais os amigos que são gays.

Pode ser gay, só não pode ser bicha.
Qual a diferença dos dois? Ambos se sentem atraídos por outra pessoa do mesmo sexo, mas se for afeminado, pode apontar o dedo, ofender e condenar? Volta lá pro primeiro item.

Ninguém precisa saber que você é gay.
Olha a opressão aí. As pessoas podem saber que fulano é gay sim e se cicrano quiser, vai botar um teco-teco pra voar sobre a cidade inteira com uma faixa: EU SOU GAY SIM. O fato de você achar que uma pessoa gay deve manter sua sexualidade no anonimato só mostra que você acha errado que ela seja gay.

Beijo gay
Bom, beijo é beijo. Ninguém diz “Beijo hétero”. Categorizar um beijo como gay passa a impressão de que esse beijo é incomum, é algo extraordinário e que é novidade na nossa sociedade e não é.
Fonte: http://prazamiga.com.br
Confira a galeria de fotos!
Comente, compartilhe!